Blog Simplic

12 setembro 2018

Pagar dívidas, fazer compras ou poupar: o que vale mais a pena

Você conseguiu economizar e sobrou um dinheirinho no final do mês? Fez uma aplicação e conseguiu algum rendimento? Ou então já está de olho e fazendo planos para o décimo terceiro salário que está chegando? Pois antes de fazer qualquer coisa com essa graninha extra, veja as dicas que a Simplic separou para você aproveitá-la da melhor forma, sempre pensando em deixar sua saúde financeira nos eixos. Confira!

Pagar dívidas é uma boa?

Se você está devendo, não precisa nem pensar duas vezes antes de buscar uma renegociação para colocar a sua situação em dia. Lembre-se que, além dos juros e multas que o atraso no pagamento das contas pode trazer, deixando os valores ainda mais altos, esse tipo de atitude pode levar à negativação do seu nome.

Para começar, tente se livrar das dívidas do cheque especial e do cartão de crédito, que costumam ser as mais altas. Depois, é hora de colocar as contas de água, luz e telefone em dia – nesses casos, além dos juros, existe o risco de cortes no fornecimento, então é melhor não atrasar. Em seguida, se ainda sobrou algum dinheiro, é a oportunidade de antecipar contas que geram descontos no caso de pagamento antes do vencimento. Nesse último caso, você também elimina o risco de gastar o dinheiro em supérfluos, por exemplo, e acabar nem vendo onde foi parar. Por isso, essa é uma excelente opção para o seu bolso!

Agora, se você está negativado, essa também é a hora de aproveitar para quitar suas pendências e deixar para trás as dificuldades na hora de conseguir crediário, solicitar um empréstimo e até mesmo pedir um cartão de crédito. Nós já ensinamos aqui no blog algumas dicas para você limpar o nome e sair da inadimplência. Se você ainda não viu, clique aqui e confira.

Fazer compras

Quem não gosta de fazer uma boa compra? Com uma quantia extra na mão e, se no seu caso estiver sem dívidas, o que, como dissemos, é prioridade, talvez seja a hora de investir em alguma coisa especial que deseja, como uma geladeira, fogão, televisão, ar-condicionado, móveis para a cozinha. Mas, antes de ir às compras, lembre-se: você tem dinheiro, então aproveite essa vantagem para pedir descontos, pechinche sem medo ou vergonha.

E não é porque gostou de algum produto que precisa levar o que viu na primeira loja. É importante pesquisar. Se você não pode ou está sem tempo para gastar a sola do sapato indo a várias lojas, busque na internet, de forma bem fácil e rápida, o que deseja e compare os preços – já demos essa dica no blog, reveja clicando aqui. Com isso, você ainda pode buscar outras marcas e ainda ver a opinião de quem já tem o produto. Por fim, não deixe o impulso tomar conta só porque está com dinheiro. Pense bem, analise e veja se agora essa compra é realmente necessária, já que sempre é bom ter uma quantia preparada para horas de emergência, como iremos ver na sequência.

Reserva para emergências

As goteiras estão entregando que o telhado está com problemas, o carro está pedindo uma manutenção, o cachorro ficou doente ou você precisa fazer um check up médico e não pode mais esperar. Inúmeros imprevistos podem surgir na nossa vida todos os dias, e justamente por isso que precisamos estar preparados, principalmente quando o assunto é dinheiro.

Ter uma reserva para emergências pode evitar que você tenha que comprometer seu dinheiro, que já estava contado e planejado para ser gasto em suas contas fixas do mês, empregando-o em outra finalidade. E é aí que está o grande problema.

Se você não tem nada guardado, alguma parte ficará de fora, trazendo atrasos, juros, multas e até nome sujo. Por isso, é essencial separar algumas economias todos os meses para não passar por perrengues. O ideal é que o valor seja suficiente para pagar seus gastos mensais por seis meses, que é o suficiente para você se organizar e ficar tranquilo caso ocorra algo inesperado.

Portanto, se você ainda não fez sua reserva, é hora de começar. Depois que tiver uma quantia, você pode, inclusive, fazer alguma aplicação com alta liquidez, que permite que você retire o dinheiro quando precisar. Assim, o dinheiro fica guardado e ainda rende uma quantia extra.

Contas do início do ano

Não é novidade para ninguém que o começo do ano traz diversos gastos adicionais, que podem acabar pesando no orçamento, como IPTU, IPVA e material escolar. Pensando nisso, se você estiver com uma situação mais estável agora, sem dívidas e já com um valor separado para imprevistos, é bom guardar um pouco de dinheiro para essa finalidade, tendo em vista que, geralmente, no final do ano fica mais complicado reservar uma parte para esse tipo de despesa, já que as festas de final de ano e as férias podem comprometer boa parte dos ganhos.

Então, se possível, não deixe de já ir se preparando para esses gastos que já são previsíveis e evite dores de cabeça já no começo do próximo ano.

Todo mundo tem particularidades quando o assunto é dinheiro: uns são econômicos, outros endividados, alguns prevenidos e outros extremamente planejados. Para todos esses perfis e para muitos outros, a Simplic tem dicas semanais para manter a saúde financeira em dia e viver com mais tranquilidade. E agora você já sabe como se organizar quando tiver uma grana extra, coloque tudo em prática e mantenha as contas no azul!

Mas, se esse não for o seu caso e você estiver precisando de dinheiro, descomplique com a Simplic. Faça um empréstimo pessoal fácil, rápido e seguro. O processo é feito totalmente online, com toda a praticidade que você precisa. Assalariados, autônomos, aposentados, pensionistas do INSS, servidores públicos e até negativados podem fazer uma proposta*. Isso mesmo, até quem está com o nome sujo tem a chance de ser aprovado. Dinheiro na mão em até 24 horas após a aprovação. Clique no banner abaixo e faça uma simulação grátis agora!

*Todas as propostas passam por avaliação e podem ou não ser aprovadas.

Simule seu empréstimo