Blog Simplic

21 maio 2018

Celular pré ou pós-pago: qual é o melhor plano para economizar?

Você já parou para pensar em como a tecnologia mudou nossas vidas nos últimos anos? E uma das maiores provas disso provavelmente está aí, nas suas mãos. O celular mudou nosso jeito de se comunicar. Hoje, você pode conversar com pessoas que estão do outro lado do mundo com mais facilidade, usa a internet, faz fotos, compartilha com seus amigos e muito mais. Por tudo isso podemos entender os números que estão relacionados a esse poderoso aparelhinho: são 235,8 milhões no país, ou seja, cerca de 113 aparelhos para cada 100 habitantes. Dados do IBGE apontam que 92,3% dos lares no Brasil possuem pelo menos um celular e que ele se consolidou como principal meio de acesso à internet.

Mas, apesar de muito popular, não podemos negar que “abastecer” essa comodidade tem um custo. Para algumas pessoas, ele pode sair barato. Já para outras pode ser um pouco salgado no orçamento no final do mês. Principalmente quando se faz uma escolha errada na hora de fechar um plano. Será que esse pode ser o seu caso? Não se preocupe, a Simplic vai te ajudar a descobrir! Além de entender melhor as diferenças entre pré e pós-pago, nós vamos mostrar para você quais as principais vantagens e desvantagens de cada um deles. Confira!

O que é pós-pago e pré-pago?

Os dois tipos de plano de telefonia móvel mais conhecidos são o pré e pós-pago. No primeiro, o consumidor paga um valor em créditos. Conforme vai usando os serviços, como ligações e uso da internet, os valores são debitados desse total que foi inserido na recarga. Já no serviço pós-pago, o contratante faz uma assinatura para pagar o valor mensal correspondente ao que foi utilizado. Geralmente, quem escolhe essa opção também tem que pagar uma taxa de assinatura.

Quais as vantagens e desvantagens de cada plano?

Não podemos dizer que um plano é melhor para todas as pessoas, pois isso pode variar de acordo com cada situação. Antes de escolher, você deve analisar a forma que costuma usar o celular, pois isso é importante para ajudar a definir o que acaba saindo mais em conta. Veja os principais pontos que você deve levar em conta na hora da contratação:

Pré-pago

Para quem costuma fazer ligações apenas em casos de emergência e acaba usando pouco o aparelho para essa finalidade, o plano pré-pago pode ser uma boa opção. Com ele, as ligações acabam saindo um pouco mais caro do que no pós-pago, porém você não precisa se preocupar com a cobrança de taxa de assinatura. Essa também é uma ótima escolha para quem está com o orçamento limitado e não quer perder o controle dos gastos, já que quando os créditos acabam, você fica impedido de usar os serviços até fazer uma nova recarga, evitando sustos no final do mês. Além disso, você consegue planejar melhor como irá gastar essa quantia: minutos de ligação, mensagens de texto ou limite de internet contratados.

Positivo:

  • Maior controle dos gastos.
  • Elimina a necessidade de ter que pagar mais uma conta todos os meses.
  • Você escolhe quanto está disposto a gastar e quando quer recarregar.

Negativo:

  • As ligações costumam ser mais caras.
  • Se você acabar usando mais do que esperava e os créditos terminarem, precisará fazer uma recarga para continuar usando os serviços.
  • Quando conectado à internet 4G, os créditos podem ser consumidos rapidamente.

Pós-pago

Para quem costuma usar muito o celular, um plano pós-pago pode acabar saindo mais barato do que fazer várias recargas no mês. Mas, antes de fechar o contrato, busque se informar sobre o que o plano oferece, pense bem no quanto você gastaria, pois nem sempre as pessoas acabam usando um pacote tão grande – muitos minutos de ligação ou SMS ilimitado – e podem acabar tendo gastos extras ao escolher essa opção. Além de, é claro, analisar os seus gastos para ver se tem como arcar com essa conta mensalmente. Se, ao colocar na balança, perceber que vale a pena, então vá em frente.

Positivo:

  • Você pode escolher pacotes de acordo com a sua necessidade.
  • Geralmente oferecem benefícios, como promoções.

Negativo:

  • Dificulta o controle dos gastos.
  • Exige mais disciplina.
  • Pode não valer a pena dependendo do pacote escolhido.
  • Ao escolher o plano pós-pago, você assume o compromisso de mais uma conta mensal.

Outras opções de planos

Além de pré e pós-pago, ainda existem outras categorias que são oferecidas pelas operadoras, como planos controle ou conjunto. Confira mais sobre eles:

  • Plano controle
    Essa é uma opção que une as características dos dois planos mencionados anteriormente. Aqui, como o nome já diz, você tem o controle dos seus gastos, com um valor fixo que é pago mensalmente. Geralmente esse tipo de plano costuma sair mais barato que o pós-pago e você recebe um pacote para usar durante um período. Ao alcançar a quantia determinada, os serviços são suspensos até o próximo mês. Se quiser continuar usando, você terá que colocar créditos. Por isso, apesar de costumar ser mais em conta, é bom ficar de olho nos gastos, pois se usar em excesso e tiver que fazer uma recarga, a mensalidade somada a esse valor pode acabar pesando no bolso.
  • Plano em conjunto
    Algumas operadoras oferecem opções em conjunto, também chamados de “planos família”. Eles oferecem um pacote para uma quantidade de pessoas, que têm direito a usar determinado número de minutos para ligações (em alguns casos pode ser ilimitado para a mesma operadora), SMS e ainda internet. Se todos costumam usar bastante o celular, esse tipo de plano pode compensar. Mas, como explicamos no plano pós-pago, não deixe de conferir se todos gastariam mesmo o que é oferecido para não acabar tendo prejuízo.

Agora você já conheceu algumas opções de planos para celular. E, além de saber as características de cada um, já pode ver o que tinha mais a ver com o seu perfil. Antes de contratar, não esqueça de analisar bem os seus gastos e também se terá como arcar com o valor mensalmente. Procure saber também se existe algum tipo de multa para desistência e não deixe de buscar na internet a opinião de outras pessoas que usam a mesma operadora. Depois de colocar tudo na ponta do lápis e ver o que é melhor para o seu bolso, é só contratar e conectar-se ao mundo!

E, se além da conta de celular, outras dívidas acabaram deixando seu orçamento enrolado, é hora de resolver o seu problema com uma solução simples, rápida e descomplicada: Simplic. Aqui, você pode solicitar de R$ 500 a R$ 3.500* e pagar em até 12 vezes. Tudo feito aí da sua casa, pelo computador, celular ou tablet, com a facilidade que você precisa. Empréstimo pessoal online até para negativados. Dinheiro na conta em até 24 horas após a aprovação. Esqueça filas, papeladas e dor de cabeça. Se é simples, é Simplic. 😉

> SIMULE GRÁTIS AGORA!

*Crédito sujeito a aprovação.

Simule seu empréstimo