Blog Simplic

10 Maio 2018

Qual a televisão ideal para acompanhar os jogos do Brasil?

Um dos eventos mais aguardados do mundo está chegando. Em junho, a competição de futebol mais importante de todas estará na sua televisão e na cabeça de todos os brasileiros. Mas você já parou para pensar em como assistir a um jogo do Brasil na sua TV da melhor maneira? É hora de descobrir como aproveitar essa época de um jeito novo! Confira nossas dicas:

Qual a melhor resolução para jogo de futebol?

Um dos aspectos mais importantes para uma maior qualidade de imagem é a resolução da televisão. Sabe aquelas televisões de tubo antigas, que você talvez tenha em casa ainda? Sua resolução máxima é de 640 x 480 pixels. Um pixel é basicamente um pontinho colorido na tela do aparelho que faz aparecer um pedacinho da imagem. Ou seja, quanto menor o número de pixels, menor a qualidade que a imagem terá, já que terá menos detalhes para sua composição.

Atualmente, a resolução considerada padrão pela maioria é a de Alta Definição (HD, High Definition), que conta com 1280 x 720 pixels. É o dobro de pixels na largura da imagem e 50% a mais na altura, aumentando muito a nitidez da imagem. Essa resolução é a mínima ideal para termos maior fidelidade de vídeo. E como a largura é dobrada em relação às TVs de tubo, vale lembrar que os televisores HD são todos widescreen, ou seja, retangulares, no formato de tela de cinema.

Mas é possível ir além: o Full HD é nada mais do que uma Alta Definição em sua totalidade. O número de pixels vai para 1920 x 1080p, aumentando ainda mais o número de ‘pedacinhos’ que formam a imagem na tela, deixando tudo com uma definição mais realista. É uma ótima opção para quem preza por qualidade de imagem na hora do lazer.

Atualmente, existem as famosas televisões 4K. Elas possuem esse nome pois chegam a quase 4 mil pixels de largura em sua composição, com 3840 x 2160. Costumam ser televisões maiores (até mesmo para o olho humano conseguir perceber melhor a diferença entre uma Full HD e uma 4K) e para pessoas mais entusiastas, já que ainda não são todas as mídias que fazem transmissão que tire todo o proveito dessa resolução.

Nossa recomendação: a grana está bem curta? Vá de televisor HD. Quer se garantir com uma imagem ainda melhor? Full HD. Pretende usar a televisão para ver filmes em Blu-Ray, tem serviços de streaming, joga videogames poderosos? Talvez uma televisão 4K seja ideal para já estar preparado para as tendências futuras.

Para ver os jogos do Brasil em 2018, uma televisão Full HD faz muito bem o seu trabalho.

Tipos de TV: LED, LCD, Plasma e OLED

Uma das principais dúvidas na hora da compra de um novo televisor é o tipo da tecnologia usada na tela. Muitas pessoas se confundem e não entendem direito as diferenças – o que é completamente normal.

LCD

É o tipo de tela mais comum que vemos. É a famosa tela de cristal líquido, comum em celulares, monitores e, claro, televisões. Funciona com uma luz de fundo (backlight), geralmente fluorescente, que ilumina a tela de LCD, que por sua vez, possui as cores ‘embutidas’ na própria tela. É a tecnologia mais antiga, por isso, costuma ser a mais barata. Seus pontos negativos são que a tela pode esquentar um pouco (em função da luz de fundo) e que a cor preta da imagem nunca será o preto real, já que é sempre necessário jogar luz na tela para enxergar cores.

LED

LED significa em português Diodo Emissor de Luz. Na verdade, as TVs de LED são com tela de cristal líquido (LCD). A única diferença é que a luz de fundo é provida por pequenas lâmpadas de LED, dando algumas vantagens para a TV LCD comum: menor consumo de energia, menor temperatura e televisões ainda mais finas.

Plasma

Já foram mais populares e hoje em dia caíram um pouco em desuso. A grande diferença é a forma que as cores são apresentadas. São mais realistas e vivas (em ambientes não tão claros), incluindo a cor preta. Isso é possível porque a tela de plasma não necessita de uma luz de fundo para iluminá-la. O próprio plasma dentro da tela é encarregado por isso, por meio de microdescargas elétricas. A desvantagem é que a imagem pode ficar meio lavada em ambientes claros, por conta de reflexo na imagem, além da durabilidade do plasma em si, que costuma ser menor do que o LCD/LED.

OLED

Televisões de OLED são como uma mistura da tecnologia de LED e Plasma. O funcionamento dela é basicamente como um aparelho de LED, com a diferença que na composição da tela há um material orgânico que reage às microdescargas elétricas, formando a imagem na tela. Ou seja, não há necessidade de uma luz de fundo, tornando a TV ainda mais fina, com cores mais reais e gastando menos energia. A principal desvantagem é o preço, já que é uma tecnologia recente. E por se tratar de um material orgânico, feito de carbono, a durabilidade é um pouco menor do que as TVs de LED convencionais.

Para acompanhar os jogos da seleção na Rússia, uma TV de LED é uma ótima opção. Uma tecnologia bem estabelecida, com baixo consumo de energia e com valores acessíveis.

Tamanho de televisão ideal

Para ver o jogo com a galera, é preciso ter uma televisão que esteja à altura dessa missão. No entanto, antes de tudo, é necessário saber o local onde ela vai ficar e qual o espaço que você terá entre a TV e quem a assiste. Não adianta comprar uma TV de 49 polegadas para sentar a um metro dela. Cada tamanho tem uma distância mínima ideal para não sufocar os olhos e criar o ambiente ideal.

E vale lembrar que não adianta investir tanto em uma televisão com resolução muito alta com um tamanho menor. Um exemplo: uma TV 40 polegadas com resolução 4K. Você não vai sentir tanta diferença de uma resolução Full HD para 4K em uma TV desse tamanho. Tenha isso em mente. Caso queira uma 4K, procure pelo menos com 42 ou 43 polegadas.

TV com modo futebol

Alguns aparelhos no mercado possuem modos específicos, como o modo futebol e modo jogo. Esses modos são planejados para realçar determinados aspectos de imagem, som e ambientação do jogo de futebol, como a cor do gramado e som da torcida. Costuma dar um ar mais realista e emocionante nas partidas, mas não é essencial para um bom proveito.

Já o modo jogo, é feito para quem quer usar o videogame de maneira mais efetiva. Ele faz com que o tempo de resposta entre o comando dado no controle do videogame e a imagem seja imperceptível. Algumas TVs precisam desse recurso ativado para ter uma experiência mais agradável na hora daquela partidinha virtual de futebol.

Dentro do jogo

Agora você já sabe tudo sobre como escolher seu novo televisor para acompanhar os jogos da seleção brasileira na Rússia! Aproveite nossas dicas e veja os jogos com a galera reunida, com uma imagem renovada. E, se precisar de uma ajuda para esse novo investimento, conte com a Simplic! Crédito fácil e online pronto para você. Solicite já!

Simule seu empréstimo