Blog Simplic

11 março 2019

Cheque especial: saiba mais sobre suas vantagens e desvantagens

Quando você precisa de uma quantia em dinheiro e utiliza o valor disponibilizado pelo banco na sua conta é sinal de que entrou no cheque especial. Essa opção de crédito pode ser interessante em uma emergência, mas, sem controle, pode virar um transtorno. Confira a seguir as vantagens e desvantagens do cheque especial.

O que é o cheque especial?

As altas taxas de juros são uma das características do cheque especial.

O cheque especial é o nome popular dado a um empréstimo que o banco concede ao cliente quando ele precisa desse valor para pagar uma conta ou realizar transferências.
Geralmente, o cheque especial é liberado logo que o cliente abre a conta, desde que ele atenda a alguns critérios. Em outros casos, o banco aguarda um pouco, faz a avaliação do histórico do cliente e, se achar vantajoso, oferece o crédito.
O que o banco mais leva em consideração na hora de oferecer o dinheiro é o uso que o cliente faz da conta corrente dele e um bom histórico de pagamento de contas. Esse histórico também pode influenciar na redução do limite do cheque especial.
Ou seja, quando identifica um comportamento arriscado do cliente em relação às finanças, o banco pode diminuir o valor que foi disponibilizado ou até mesmo suspender o empréstimo.
Existem três situações muito comuns que fazem com que o banco reavalie a liberação do crédito ao seu cliente. A primeira é quando há pouca movimentação na conta corrente como em uma situação de desemprego, por exemplo, em que não há mais depósito de salário todos os meses.
Quando o cliente faz a emissão de cheques sem fundo, ele corre sérios riscos de prejudicar a sua relação com o banco o que resulta também na diminuição do limite do crédito ofertado. É uma maneira que o banco tem para se precaver de uma possível falta de pagamento.
Por fim, a terceira situação que pode reduzir ou extinguir o limite do cheque especial é a inadimplência. É quando o cliente deixa de pagar as contas que possui. O banco encara essa atitude como um alerta para que ele também não seja o próximo a não receber de volta o dinheiro que emprestou.
No entanto, é preciso deixar claro que a decisão de oferecer ou não o crédito é apenas do banco e ela pode ser tomada com base no relacionamento existente entre as duas partes.

Para que serve?

O cheque especial é um crédito pré-aprovado pelo banco. Ele serve para auxiliar o cliente quando ele estiver precisando de uma quantia em dinheiro para fazer pagamentos, investimentos ou outra transação financeira.
Por ser um crédito de fácil acesso, os juros embutidos são muito altos. Por essa razão, só é viável aderir ao cheque especial quando não houver outra oportunidade de conseguir o dinheiro.
Lembrando que tanto o cheque especial quanto os outros tipos de empréstimos não devem ser recorrentes na vida do consumidor. Se ele precisa fazer esse tipo de transação todos os meses, por exemplo, é essencial buscar ajuda e aprender mais sobre educação e organização financeira.

Taxas

Como já dissemos, as taxas do cheque especial são as maiores da categoria dentro do mercado financeiro. O motivo é a facilidade com que o crédito é concedido já que ele fica disponível sem que o consumidor precise solicitá-lo, na maioria das vezes.
Outra justificativa alegada pelos bancos para as elevadas taxas do cheque especial é a falta de garantia de pagamento do empréstimo. Como consequência, você tem acesso rápido ao crédito, mas precisará pagar bem mais por ele.
Para tentar fugir dos altos juros, o ideal é quitar a dívida antes que o banco comece a cobrar. Isso pode acontecer por volta do 11º dia após a retirada do dinheiro. É por isso que o cheque especial é mais vantajoso para quem tem um dinheiro para receber nos próximos dias e pode usá-lo para quitar a dívida contraída.
Não é recomendado que o cliente utilize o cheque especial para o pagamento das suas contas fixas mensais. No mês seguinte, essas mesmas contas existirão e ele, além de ter que pagá-las, terá que arcar com os custos do crédito que pegou junto ao banco. Ou seja, ele terá mais uma conta para pagar além daquelas que já existem.

Vantagens

Uma das vantagens do cheque especial é o investimento em algo que possa oferecer um retorno, como um novo negócio.

O cheque especial oferece algumas vantagens para o consumidor. A primeira delas é a facilidade de conseguir crédito. Na maioria das vezes, o próprio banco deixa aquele valor disponível. Cabe ao cliente apenas fazer uso dele.
Outra vantagem é que não é preciso oferecer garantia de pagamento. E, como vimos, é por isso que as taxas de juros são tão altas.
O dinheiro disponível pode ser movimentado automaticamente, através de transferências e pagamentos ou sacado nos caixas eletrônicos.
Diante de uma emergência como um problema de doença ou não recebimento de um dinheiro previsto, é interessante optar pelo cheque especial. Principalmente quando você não tem a quem recorrer para solicitar outros tipos de empréstimos. Mais a frente, você conhecerá uma alternativa para o uso do cheque especial.
O cheque especial funciona como um colchão de segurança ao qual você sabe que pode recorrer quando estiver diante de uma necessidade.
Se você estiver precisando do dinheiro para investir em algum negócio, bem ou serviço que você sabe que vai lhe render frutos valiosos, então o cheque especial pode ser uma boa alternativa. Mesmo assim, é preciso ficar atento e ciente dos juros.

Desvantagens

O cheque especial tem vantagens, mas também tem desvantagens, como quase tudo. A primeira delas é a taxa de juros que é considerada uma das mais altas do mercado.
Outra desvantagem desse tipo de crédito é que os juros são cobrados diariamente, o que influencia muito o valor final do empréstimo, principalmente se houver atrasos, o que é muito comum acontecer com quem recorre a esse tipo de transação.
A facilidade de acesso ao crédito faz com que o consumidor recorra a ele mais vezes, mesmo que tenha que pagar juros altos. Esse comportamento pode desencadear um hábito nocivo de sempre pegar empréstimos e se acostumar a viver dentro de um padrão de vida ilusório.
O cheque especial é um empréstimo como qualquer outro e isso quer dizer que é preciso honrar com os pagamentos na data certa. Do contrário, o consumidor pode sofrer sanções do banco como problemas na conta e suspensão da oferta.
Em um primeiro momento, o cheque especial pode parecer muito vantajoso. Porém, se o consumidor não souber usá-lo com cautela, pagando em dia, ele pode se endividar e ter que buscar outro empréstimo para quitar o anterior.
Pessoas que têm um limite muito alto no cheque especial sentem-se mais valorizadas pelo banco, sentem-se à vontade para usar aquele dinheiro quando quiserem e não se dão conta de que estão fazendo um financiamento a juros altíssimos. Quanto mais alto for o seu crédito pessoal, mais você vai pagar por ele devido aos altos juros.
O cheque especial só deve ser utilizado em casos de extrema urgência e o seu pagamento também deve ser realizado com rapidez para que o consumidor não sofra com juros abusivos. Ou seja, não dá para ficar tranquilo quando se está devendo no cheque especial.
Quem tem conta em bancos diferentes pode se sentir muito mais tentado a utilizar o cheque especial disponibilizado por duas ou mais instituições financeiras. É mais um risco que o consumidor tem de se endividar ao pegar emprestado mais do que pode pagar e se tornar um inadimplente.

Alternativas

Quem não quer ou não pode arcar com os altos juros do cheque especial pode optar por alternativas mais baratas e tão acessíveis quanto ele: os empréstimos pessoais. De uma maneira rápida e segura o consumidor pode ter acesso à quantia desejada para quitar dívidas ou resolver outras questões relacionadas a dinheiro.
Uma opção para quem precisa urgente de dinheiro é a Simplic, empresa que oferece empréstimo pessoal on-line com segurança e taxas de juros que atendem às suas necessidades. Você escolha a quantia que precisa e em quantas vezes vai dividir o seu empréstimo. De imediato você já sabe qual será o valor da sua parcela.
Em poucos minutos a sua proposta é aprovada e o dinheiro fica disponível em algumas horas na sua conta para você sacar quando precisar. O Simplic é totalmente seguro, prático, rápido e atua dentro das leis brasileiras. Logo, pode ter a sua total confiança.
O grande diferencial de um empréstimo on-line como o do Simplic, além de uma taxa de juros atraente, é a praticidade de resolver tudo sem sair de casa, sem precisar ir ao banco conversar com o gerente ou correr contra o tempo para pagar o que pegou emprestado.
Como você viu, o cheque especial possui vantagens e desvantagens e cabe a você decidir o que se encaixa melhor no seu bolso, aproveitando para analisar todas as outras opções de crédito pessoal.
Está precisando de dinheiro, mas acha que o cheque especial não é para você? Então conheça o Simplic e faça uma simulação de empréstimo agora. Ficou com alguma dúvida? Deixe-a aqui nos comentários.

Simule seu empréstimo